CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Zagueiro Leandro Castan anuncia aposentadoria aos 35 anos

Com passagens por Corinthians, Vasco, Roma e seleção brasileira, ex-jogador exaltou sua história de superação após passar por operação no cérebro

Por Da redação Atualizado em 11 jul 2022, 20h27 - Publicado em 11 jul 2022, 20h17

O zagueiro Leandro Castan anunciou nesta segunda-feira, 11, o fim de sua carreira como atleta profissional em uma postagem nas redes sociais. Aos 35 anos, ele acertou a rescisão de contrato com o Guarani após apenas oito partidas pelo clube. O ex-jogador com passagens por Corinthians, Atlético-MG, Roma, seleção brasileira e Vasco, entre outros, se disse grato pelo conquistou na profissão e lembrou drama de saúde enfrentado no futebol italiano.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

Castan iniciou a carreira nas categorias de base do XV de Jaú, clube de sua cidade natal. Depois, passou pelo Galo, clube pelo qual foi campeão da Série B do Brasileiro e do Campeonato Mineiro.

Ele também atuou no futebol sueco, e se destacou atuando pelo Grêmio Barueri. Em seguida, viveu os seus melhores momentos com a camisa do Corinthians, pelo qual conquistou o Brasileirão de 2011 e a Libertadores de 2012.

Na capital italiana, Castan viveu um enorme drama em 2014. Após sentir uma tontura em campo, teve detectado um cavernoma, uma malformação vascular do sistema nervoso central, no cérebro e teve que passar por uma cirurgia que o manteve meses afastado dos gramados. Ele se recuperou e voltou a atuar no país por Sampdoria, Torino e Cagliari. Em seguida, retornou ao Brasil para atuar pelo Vasco, entre 2018 e 2021, com 145 jogos e três gols marcados.

Continua após a publicidade

Como ele próprio admitiu em sue vídeo de despedida, jamais conseguiu retomar o bom futebol. “Oito anos depois, posso dizer que não consegui mais conquistar títulos, jogar em alto nível e ser o Castan de antes, mas posso dizer que deixo um legado de superação”, discursou. Posso dizer que agora acabou, vou cuidar da minha família, e dos meus filhos, vou poder visitar meus pais quando eu quiser, vou poder viver minha vida.”

Leandro Castán, de 28 anos, não joga desde 13 de setembro de 2014,quando foi substituído após sentir tonturas, na vitória da Roma sobre o Empoli
Castan durante a passagem pela Roma – Mitchell Leff/Getty Images

No fim de sua carreira, se envolveu em polêmica ao criticar uma ação do Vasco em apoio ao movimento LGBTQIA+. O jogador vestiu, mas disse contra o uso de uma camisa com a faixa nas cores do arco-íris, citando uma passagem bíblica: “sejam férteis, multipliquem-se e encham a terra”.

Castan ainda acertou com o Guarani, pelo qual fez apenas oito jogos até acertar sua rescisão nesta segunda. Seu último jogo foi uma derrota por 2 a 0 para o Ituano, no Brinco de Ouro, em Campinas, em 28 de junho.

Assine o Amazon Prime e garanta 30 dias grátis de acesso ao Prime Video e outras vantagens

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês