CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

São Paulo denuncia racismo e diz que funcionário foi chamado de macaco

Clube paulista afirma que manifestações aconteceram após pênalti defendido por Felipe Alves; Furacão repudia e divulgará imagens para apuração policial

Por Da redação Atualizado em 1 ago 2022, 14h28 - Publicado em 1 ago 2022, 09h09

O São Paulo comunicou pelas redes sociais que seus torcedores e um funcionário do clube foram alvos de uma série de “ataques racistas” durante a derrota por 1 a 0 para o Athletico-PR, no último domingo, 31, na Arena da Baixada.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

Segundo o Tricolor, o profissional que trabalha na agremiação registrou Boletim de Ocorrência pelos insultos, logo após o pênalti defendido pelo goleiro Felipe Alves.

Os paranaenses, por sua vez, prometem adotar medidas para identificar culpados e explicam que fornecerão imagens de segurança do estádio para autoridades competentes.

“Lamentavelmente, episódios de racismo foram presenciados neste domingo, na Arena da Baixada”, inicia dizendo na nota. “Um profissional do São Paulo FC, que estava trabalhando no campo, foi vítima de ataques racistas logo em seguida ao pênalti defendido pelo goleiro Felipe Alves. Ele vem recebendo o suporte do clube e já registrou Boletim de Ocorrência”.

“Nas arquibancadas, torcedores também relataram ataques nojentos, vítimas de criminosos que simulavam gestos de macaco. É nosso dever denunciar. Não basta não ser racista, é preciso ser antirracista”, conclui.

Continua após a publicidade

“O CAP tomou conhecimento sobre as acusações de racismo na partida diante do São Paulo. O clube já está adotando medidas para identificar o que foi objeto de acusação e compromete-se a fornecer as imagens que têm do estádio para apuração do ocorrido pelas autoridades competentes”, explicou o Furacão.

“O Athletico Paranaense novamente vem manifestar publicamente que repudia veementemente quaisquer atos de racismo e reitera que não tolera e nunca tolerará comportamentos racistas dentro da instituição. Se verificado que houve algum ato criminoso ou desrespeitoso praticado por Sócio, submeterá a questão para Câmara de Ética e Disciplina. O Athletico Paranaense é rubro e negro”, acrescentou o clube.

Nas redes sociais, também circula o vídeo de uma torcedora do Athletico imitando um macaco. De acordo com são-paulinos presentes, os rivais também jogaram bananas em direção a torcida visitante.

Pelo lado do Furacão, torcedores rebateram publicando vídeos em que são-paulinos são flagrados em ofensas raciais em recente jogo diante do Fluminense, no estádio do Morumbi, em 17 de julho.

O Athletico venceu o confronto com um gol marcado pelo meia Vitor Bueno, aos 23 do segundo tempo, também de pênalti. O resultado colocou a equipe paranaense na quarta colocação, com 34 pontos, enquanto o Tricolor se manteve em décimo, com 26, e há cinco partidas sem vencer na competição.

Assine o Amazon Prime e garanta 30 dias grátis de acesso ao Prime Video e outras vantagens

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês