CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Cuca aceita proposta do Atlético-MG e volta ao clube após sete meses

Treinador foi o único procurado pela diretoria atleticana e recuou em projeto pessoal de só trabalhar em 2023; contrato será até o fim do ano

Por Da redação Atualizado em 22 jul 2022, 21h30 - Publicado em 22 jul 2022, 20h56

O Atlético-MG acertou nesta sexta-feira, 22, a contratação do técnico Cuca, 59 anos. Horas depois de demitir Antonio Mohamed, o Galo abriu conversas e convenceu o treinador campeão estadual, da Copa do Brasil e do Campeonato Brasileiro no último ano a deixar o descanso para iniciar a terceira passagem pelo clube. O nome foi o único procurado pela diretoria. Cuca desejava voltar ao futebol somente em 2023, mas confessou à pessoas próximas que estava inclinado a mudar de ideia quanto ao projeto. O contrato vai até o fim do ano. A confirmação do acordo foi inicialmente divulgada pela Rádio Itatiaia.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

A volta de Cuca ao Galo sete meses depois de um rompimento inesperado, em dezembro do último ano, sob alegação de problemas familiares, ganhou força pelo entusiasmo de Rubens Menin, fundador e presidente da MRV Engenharia e um dos mais influentes empresários que investem no clube.

Para trazê-lo, o clube intensificou contatos a partir do diretor de futebol Rodrigo Caetano. Inicialmente, Cuca havia avisado a interessados que concentrava esforços para o lançamento do Instituto Treinador Cuca, que atenderá até 600 crianças em Curitiba, mas mudou de ideia após o contato atleticano.

Renato Gaúcho, uma espécie de plano b da diretoria, sequer foi procurado oficialmente. Segundo a assessoria do treinador, não houve nenhuma conversa entre as partes.

Continua após a publicidade

Nas redes sociais, torcedores se dividiram entre as possibilidades. Outro nome citado, Odair Hellmann, recebeu inúmeras críticas de atleticanos. Um possível retorno do argentino Jorge Sampaoli, que dirigiu o clube em 2020, foi imediatamente descartado pelos “4 Rs”, nome dado ao grupo formado pelos empresários Ricardo Guimarães, Renato Salvador, Rubens e Rafael Menin, influentes nos investimentos realizados pelo clube.

Em junho, antes de o Flamengo anunciar Dorival Júnior, Cuca foi apontado como nome preferido da diretoria do clube carioca para substituir o português Paulo Sousa no Flamengo. Ele chamou de especulação e inverídica a situação.

Cuca deixo o Galo mesmo pós 2021 vitorioso
Cuca deixo o Galo mesmo pós 2021 vitorioso – Pedro Souza/Atlético

A repercussão em torno de um acordo com o Flamengo ganhou ainda mais desdobramentos pelo vazamento de ameaças que teriam sido feitas pelo irmão mais novo do treinador, Amauri Stival, a um torcedor do clube nas redes sociais.

A segunda passagem de Cuca pelo Galo foi encerrada por motivos familiares. A PLACAR, Menin disse que a diretoria do Atlético foi avisada do desejo do técnico de antecipar em um ano o fim de seu contrato. “Ele já havia nos falado dessa possibilidade. Não ficou nenhuma rusga entre nós, gosto muito do Cuca”, amenizou o empresário.

Foram 71 jogos, 48 vitórias, 14 empates e só nove derrotas, um aproveitamento de 74,1%, entre março e dezembro de 2021. Pelo clube, treinador tem ainda outros dois estaduais (2012 e 2013) e a Libertadores de 2013, conquistados na primeira passagem.

Turco Mohamed teve o fim do ciclo a frente do clube um dia depois do empate por 1 a 1 diante do Cuiabá, em confronto válido pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. Além dele, o Galo informou que também foram desligados todos os integrantes da comissão técnica do treinador. Diante do Corinthians, no domingo, 24, a equipe será comandada pelo auxiliar técnico Lucas Gonçalves.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês