CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Ceni se diz inconformado com virada: ‘Por mim, nem estaria aqui’

Treinador do São Paulo disse entender as vaias da torcida e se mostrou decepcionado com o fato de os gols do Palmeiras terem saído de bolas aéreas

Por Da redação Atualizado em 20 jun 2022, 23h55 - Publicado em 20 jun 2022, 23h43

O técnico Rogério Ceni não escondeu a frustração pela derrota de virada do São Paulo, 2 a 1 para o Palmeiras, com dois gols nos acréscimos do segundo tempo, na noite desta segunda-feira, 20, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Morumbi. O treinador se mostrou inconformado com o fato de os gols de Gustavo Gómez, aos 45 minutos, e Murilo, aos 50 da segunda etapa, terem saído em jogadas pelo alto.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

“Não sei nem o que dizer, eu vim para a entrevista porque eu tenho que vir, para não ficar uma situação delicada e chata, mas por mim eu nem estaria aqui”, admitiu o ex-goleiro. Ceni disse entender os protestos e vaias dos mais de 30.000 torcedores que foram ao Morumbi.

“O torcedor incentiva do início ao fim e a vaia se dá pela frustração de levar dois gols. O torcedor veio, pagou ingresso, o mínimo de direito que ele tem é de vaiar. É muito pelo impulso. Ninguém se conforma, você acha que eu vou dormir? Você acha queríamos sofrer dois gols de bola parada depois de ter treinado isso metade do treino ontem? Neutralizamos eles durante o jogo inteiro e no finalzinho levamos dois gols”, desabafou.

Criticado por parte dos torcedores por ter adotado postura defensiva nos minutos finais, o treinador tricolor se defendeu. “Jogadas, que jogada que teve? O Palmeiras pode ter tido mais posse, mas foram bolas paradas. Vou embora triste. Nos defendemos da maneira correta, mantivemos o sistema, botamos velocidade com Rigoni de lado e um zagueiro bom cabeceador que é o Miranda… Não tinha nenhum volante mais para trocar. Seguramos o máximo que podíamos. Eu estou inconformado com as circunstâncias, mas amanhã tenho que trabalhar e tentar refazer tudo de novo.”

O Palmeiras chegou a 28 pontos e abriu três do vice-líder, Corinthians. O São Paulo, por outro lado, perdeu a chance de entrar no G-6 e ocupa apenas a nona posição, com 18 pontos.

Gustavo Gómez ganhou de Miranda e marcou o gol do Palmeiras diante do São Paulo no Morumbi
Gustavo Gómez ganhou de Miranda e marcou o gol do Palmeiras diante do São Paulo no Morumbi Ricardo Moreira/Getty Images
Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês