ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS
Paulo Cezar Caju

Salah tem muito menos espaço na imprensa do que alguns gigantes mimados

Vi muitos jogos nesse fim de semana, todos sem som para não ouvir os comentaristas; atacante do Liverpool colocou o United, de Cristiano Ronaldo, no bolso

Por Paulo Cezar Caju 25 out 2021, 14h16

Já falei algumas vezes que adoro assistir até terceira divisão do campeonato da Indonésia. E gosto mesmo, seja para me surpreender, elogiar ou criticar. Há alguns anos venho assistindo boas exibições do Salah, jogador discreto e com pouca mídia, talvez por conta de sua origem. Dessa vez, colocou o Manchester United, de Cristiano Ronaldo, no bolso, marcando três gols na casa do adversário. Gosto do estilo leve do futebol egípcio.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

Enquanto CR7 pediu desculpa à torcida e saiu revoltado após o apito final, Pogba saiu rindo para o vestiário depois de ter sido expulso com apenas 14 minutos em campo. Alguns gigantes são mimados e batem o pezinho quando algo o desagrada. O PSG, de Messi, não arrumou nada contra o meu Olympique de Marseille, 0 a 0.

Pelo que tenho acompanhado a liga inglesa segue sendo o mais interessante a ser visto no futebol. Chelsea vai bem e tem o Manchester City. O Barcelona, desfigurado, perdeu para um Real Madrid fraco. Vinícius Júnior foi o melhor em campo, não é preciso dizer mais nada. Na Alemanha, Bayern continua como franco favorito e na Holanda, o brasileiro Antony jogou bem novamente e o Ajax goleou o PSV.

Assino todos os canais de esporte. Tento não ver, mas não consigo. Aqui no Brasil, a surpresa foi o jovem Kennedy, cria de Xerém. Adoro quando surgem esses meninos que não se intimidam com adversário. É bom de bola tem que colocar em campo! O Santos também tem uma base que sempre revela meninos bom de bola. O Santos é uma escola ofensiva e o time não sabe jogar de outra forma, mas aí chega um técnico retranqueiro e quer mudar isso, óbvio que não vai dar certo.

Como puderam perceber vi muitos jogos nesse fim de semana e é impressionante como a defesa do Vasco não consegue segurar resultado. Diniz, toma um Rivotril ou terá um treco! E seguindo conselhos de amigos vi todos os jogos sem som para não ouvir essa lamentável geração de locutores e comentaristas. Fui mais feliz!

Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da Star+!

Continua após a publicidade

Publicidade