CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS
Entorta-Varal

Puma lança camisas de clubes com polêmico conceito sem escudo

Terceiros uniformes têm o nome das equipes escrito no lugar dos emblemas; Milan, Manchester City e Valencia estão entre os clubes que aceitaram a mudança

Por Da Redação Atualizado em 23 set 2021, 14h06 - Publicado em 18 ago 2021, 15h59

A Puma, fornecedora alemã de material esportivo, divulgou nesta quarta-feira, 18, os novos terceiros uniformes confeccionados para dez grandes clubes europeus – Milan, Manchester City, Valencia, Borussia Mönchengladbach, Olympique de Marselha, Rennes, Shakhtar Donetsk, Fenerbahçe, Krasnodar e PSV. As camisas tem um detalhe em comum: a ausência de escudos, substituídas pelo nome das equipes em letras maiúsculas.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

O evento de lançamento das camisas contou com a presença de jogadores como o atacante francês Oliver Giroud, recentemente anunciado pelo Milan, o volante brasileiro Fernandinho, do City, e o meio-campista Payet, do Marselha.

De acordo com a marca, os uniformes “criam expressões audaciosas da identidade de cada clube, desafiando a tradição e repensando os kits convencionais de futebol em uma abordagem completamente nova”. A ideia é mesclar a cultura do futebol com o streetwear.

O símbolo de cada equipe está presente na parte de atrás, abaixo da gola. “Nosso objetivo era desafiar o design tradicional de camisas de futebol. Queríamos ver os uniformes por meio de uma nova ótica, expandindo os limites o máximo possível. É fácil ficar no simples, mas queremos mudar as percepções de uma camisa de futebol convencional”, explica Carl Tuffley, chefe sênior de design de futebol da marca.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Zinchenko, do City, com a nova terceira camisa do clube -
Zinchenko, do City, com a nova terceira camisa do clube – Puma/Divulgação

A mudança conceitual das camisas é polêmica e também foi estendida às seleções que tem acordo com a marca. Itália, República Checa, Suíça e Áustria tiveram modelos reservas seguindo o mesmo conceito inovador na Eurocopa.

Em maio, o Borussia Dortmund respondeu às críticas e deu a entender que o vazamento não corresponde ao modelo final, que deverá ser usado nas Copas. “Queridos torcedores, suas críticas à camisa da Copa para a nova temporada foram recebidas. A camisa vazada não parece com a que realmente será. Então, por favor, sejam pacientes”, escreveu o clube, com contrato até 2028 com a Puma, mas que não teve a terceira camisa divulgada.

Nos primórdios do futebol, era comum que as camisas não tivessem o logo das agremiações, apenas as respectivas cores, com suas faixas e detalhes que identificassem a equipe em questão.

Nova terceira camisa do PSV Eindhoven, da Holanda -
Nova terceira camisa do PSV Eindhoven, da Holanda – Puma/Divulgação

Na Itália, até o fim da década de 90, também era comum que o atual campeão utilizasse o tradicional scudetto, como é chamado o ícone nas cores da bandeira nacional, no lugar dos emblemas. A reclamação mais recorrente é a de que parecem mais de treinamento do que de jogo. No Brasil, os uniformes estarão disponíveis no site da Puma e nas lojas Centauro, Netshoes e FutFanatics.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade