Blog do Serginho

Blog do Serginho

Por Sérgio Xavier

Diretor do Núcleo Motor, Esporte e Turismo da Editora Abril, Sérgio Xavier não poupa palavras para discutir os principais assuntos do mundo futebolístico

 

Grenal é Grenal

Por Sérgio Xavier 02/08/2013 - 11h06

Grenal é grenal. Adoro a frase. Não diz nada. E diz tudo. É prima-irmã do clássico é clássico e vice-versa que é atribuída ao filósofo-contemporâneo Jardel.

A frase é verdadeira algumas vezes. O pior time, em um clássico, pode ganhar do melhor. A pilha está tão carregada que um grupo mediano, ou medíocre, cresce. Nestes casos, a disparidade técnica contribui para o “crime”. Os times piores, quando sabem que são realmente piores, jogam a 105%. Os melhores, quando se julgam assim, relaxam um tantinho e jogam a 95%. No final, tudo mais equilibrado. E aí Grenal vira mesmo Grenal.

Mas na maioria dos clássicos, o melhor vence o pior. Basta lembrar dos anos 70. Quem costumava vencer os Grenais? Não era o grande Inter? E nos 80, não era o Grêmio, que contava com os melhores times? Eis a regra. A gataria é a exceção. Mesmo em clássico, a regra do melhor vencer o pior prevalece.

Domingo tem Grenal. O Inter já estava com uma equipe mais entrosada e eficiente. Ambos vem de derrotas, só que derrotas diferentes. A chapuletada do Náutico ajudou a lembrar os comandados de Dunga que eles também não são tudo isso. E os desfalques no Recife eram consistentes. O tombo do Grêmio no Pacaembu foi maior. Time completo. Menos pela derrota em si e mais pela forma que perdeu, o Grêmio expôs suas deficiências.

Só por isto, o favoritismo colorado já seria evidente. Só que tem mais. Zé Roberto e Vargas. Os dois jogadores capazes da jogada pessoal. Os dois fora. O favoritismo do visitante aumentou bastante. Ah, mas o jogo é na Arena? Menos, a Arena ainda não é Olímpico, o estádio que jogava junto. Vai ser, ainda não é. Só o tempo transforma um estádio em caldeirão. O Inter é favorito e deve vencer. Mas Grenal é Grenal.

Comente!

Copyright © 2012, Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados.