Blog do Serginho

Blog do Serginho

Por Sérgio Xavier

Diretor do Núcleo Motor, Esporte e Turismo da Editora Abril, Sérgio Xavier não poupa palavras para discutir os principais assuntos do mundo futebolístico

 

Neymar está doente

Por Sérgio Xavier 04/03/2013 - 17h51

Vejam, é até chato voltar ao tema. Não é por mal, mas Neymar está mal. Ele parece estar cada vez mais ensimesmado, vivendo numa realidade paralela. No mundo de Neymar, o futebol é um jogo individual, não coletivo. Assim ele tem atuado. Pega a bola, baixa a cabeça, tenta a maior sequência possível de dribles. No mundo de Neymar, os juízes são pagos para proteger o melhor dos melhores, no caso, ele mesmo.

Quem acompanhou no estádio o sonolento Santos 0 x 0 Corinthians deve ter ficado chocado. Neymar é um arremedo do que sempre foi. Chama a atenção o seu desinteresse pelo jogo em si. Em um lance, ele perdeu a bola, ficou incomodado com o pisão que tomou. A jogada seguiu, mas Neymar passou um tempão mexendo na chuteira. O jogo correndo, e o craque na sua, agachado no gramado.

Ele sabe que já carrega a fama de simulador. Mesmo assim, se atirou na área no primeiro tempo. O juizão foi bacana, não caiu no truque,e não o advertiu. No segundo tempo, repetiu a dose. Igualzinho. Teatro de segunda categoria. Aí levou o cartão amarelo.

O que há com esse menino? Muita badalação, muitos compromissos publicitários? Ué, mas há dois anos ele vem nessa balada, e jogando bem. Agora não. Na semana passada, ele experimentou sensações contraditórias. Tomou uma ensaboada de seu pai futebolístico Pelé e foi capa sul-americana da Revista Time, comparado justamente com o Rei Pelé. Talvez ele não esteja sabendo lidar mais com tanta crítica e elogio. Neymar é um ídolo agonizando em praça pública. Está cada vez menos eficiente, parece cada vez mais desorientado. Se fosse uma farsa, tudo bem, temos muito craques de mentirinha que não resistem mesmo aos desafios da carreira. Neymar não, é craque de verdade, já provou isso. Mas precisa de conselhos, bons conselhos. E aparentemente ninguém está dizendo a ele o que precisa ser dito.

Comente!

Copyright © 2012, Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados.